Jornal dia
Seu jornal de notícias

13° Salário do INSS para Quem Recebe Acima de 1 Salário! Confira o calendário

0

Uma notícia importante marca esta semana no Brasil: a segunda parcela do décimo terceiro salário para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebem acima do salário mínimo começa a ser distribuída. Esta medida, que já iniciou seu ciclo de pagamentos para os que ganham até um salário mínimo desde o dia 24 de maio, segue beneficiando a população até o dia 7 de junho de 2024, finalizando seu calendário no dia 8 do mesmo mês para todos os beneficiários.

A antecipação, um estímulo direto na circulação de dinheiro, visa fortalecer o poder de compra dos brasileiros e manter a roda da economia girando. Ao liberar estas quantias mais cedo, o governo tenta não apenas auxiliar na manutenção financeira dos indivíduos, mas também impulsionar o mercado interno em tempos variados.

calendario
Calendário de pagamento. – Divulgação

Como são Definidas as Datas de Pagamento do 13º Salário?

Para evitar congestionamentos bancários e garantir que o dinheiro chegue organizadamente às mãos dos recebedores, os pagamentos são agendados baseados no último dígito do Número de Inscrição Social (NIS) de cada beneficiário. Essa estratégia também ajuda a distribuir de maneira mais racional o fluxo de pessoas nas agências, contribuindo para uma maior eficiência e segurança do processo.

Quais são as Opções para Consultar as Parcelas do 13º?

Os segurados do INSS podem verificar os detalhes dos seus pagamentos de várias maneiras. Uma delas é pelo aplicativo Meu INSS, disponível para dispositivos móveis, ou através do site gov.br/meuinss. Além disso, para aqueles que preferem ou precisam de assistência por voz, há a possibilidade de realizar consultas ligando para o número 135, facilitando o acesso para todos, independentemente de sua familiaridade com a tecnologia.

Impacto Econômico da Antecipação do 13º Salário

Apoiar a economia local, elevar o consumo e proporcionar um alívio financeiro estão entre os principais efeitos esperados com a antecipação do décimo terceiro. Com esse adicional em mãos, espera-se que os aposentados e pensionistas possam não apenas cobrir despesas corriqueiras, mas também aproveitar para fazer pequenos investimentos ou compras que estavam adiadas.

Esta é a quinta vez consecutiva dessa prática. Iniciada em 2020 devido à pandemia, agora é uma política econômica contínua. A expectativa é alta. A continuidade do benefício evidencia cuidado com idosos e pensionistas, além de contribuir para a dinâmica econômica.