Jornal dia
Seu jornal de notícias

Auxílio Gás: Salvação para Famílias ou Nova Armadilha do Governo?

0

No cenário de dificuldades econômicas, especialmente com o contínuo aumento dos preços do botijão de gás, o governo brasileiro lançou uma estratégia essencial para ajudar as famílias mais necessitadas. Trata-se do Programa Auxílio Gás dos Brasileiros (PAGB), uma iniciativa significativa para auxiliar pessoas com rendimento limitado a continuar gerenciando suas necessidades básicas de cozinha.

O Auxílio Gás é uma manifestação de apoio do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, que promove a entrega dos benefícios por intermédio da Caixa Econômica Federal bimensalmente. Essa estrutura favorece a garantia de suporte constante às famílias que sofrem com a desigualdade econômica.

Auxílio Gás Cai na Conta de Inscritos. Veja Quem Tem Direito AGORA!
Auxílio Gás Cai na Conta de Inscritos. Veja Quem Tem Direito AGORA!

Quem é Elegível ao Auxílio Gás?

As regras para se tornar um beneficiário desse programa são claras. Prioritariamente, é imperativo estar registrado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), onde são listadas as famílias de baixa renda brasileiras. Além disso, a renda por pessoa no núcleo familiar não deve ultrapassar meio salário mínimo, ou o valor total da renda familiar deve ser inferior a três salários mínimos. Há também uma provisão especial para famílias beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Como se Calcula o Valor do Auxílio?

Para definir o montante recebido por cada família, utiliza-se uma média dos preços do botijão de gás registrados nos últimos seis meses, conforme relatórios da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Em junho de 2024, o valor estipulado foi de R$ 102. Esse método garante que o auxílio se adapte às variações do mercado e continue sendo eficaz ao longo do tempo.

Como Receber o Auxílio Gás?

Para receber o Auxílio Gás, o primeiro passo é certificar-se de que sua família está inscrita no CadÚnico, processo que pode ser efetuado em qualquer Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). Após a inscrição, o benefício é repassado diretamente para uma conta poupança social digital ou conta poupança Caixa Fácil, simplificando o acesso ao valor mediante um cartão social nas plataformas da Caixa Econômica Federal.

A agenda de depósitos do Auxílio Gás coincide com o calendário do Bolsa Família, tornando o procedimento mais fácil para os beneficiários. Os pagamentos dependem do número final do NIS (Número de Identificação Social), distribuídos conforme a sequência habitual.

  • 17 de junho: NIS final 1
  • 18 de junho: NIS final 2
  • 19 de junho: NIS final 3
  • 20 de junho: NIS final 4
  • 21 de junho: NIS final 5
  • 24 de junho: NIS final 6
  • 25 de junho: NIS final 7
  • 26 de junho: NIS final 8
  • 27 de junho: NIS final 9
  • 28 de junho: NIS final 0

A implementação do Auxílio Gás representa um compromisso firme do governo em suavizar os possíveis efeitos de crises econômicas nas famílias que enfrentam maiores dificuldades. A continuidade desse apoio é essencial para assegurar que todos os brasileiros possam ter acesso não apenas a alimentação, mas também a outros recursos básicos necessários para uma vida digna.

Para mais informações

  • Atendimento CAIXA ao Cidadão: 0800 726 0207