Jornal dia
Seu jornal de notícias

Bolsa Família: 4% extra em valores para 2024? Entenda os valores

0

O atual Ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Dias, firmou em recente comunicado que a revisão dos valores assistidos pelo programa Bolsa Família só será tratada a partir do início do próximo ano. A média atual de auxílio está em torno de R$688,97 mensais, beneficiando quase 21,45 milhões de indivíduos espalhados pelo Brasil.

Diante de uma realidade econômica instável e crescente desigualdade social, os beneficiários e especialistas cobram um reajuste, indicando que o valor atual está defasado e perdendo significado frente à efetiva necessidade das famílias. O governo cogita e estuda um possível acréscimo de 4%, o que resultaria em torno de R$710,00 mensais a partir de março de 2024.

O que influencia o reajuste do Bolsa Família?

A quantia ofertada pelo programa Bolsa Família para cada família não é definida aleatoriamente. Wellington Dias, Ministro do Desenvolvimento Social, evidencia a complexidade dessa decisão, que é balizada por diversos elementos como a inflação, crescimento econômico, variação dos preços de alimentos, políticas associadas ao salário-mínimo e a disponibilidade orçamentária preservando a responsabilidade fiscal. O plano de reajuste em 2024 tem potencial para instigar expectativa vez que o presidente Lula, conhecido pela sua tomada de decisões voltada às camadas mais pobres da população, estará à frente desta definição.

Leia Mais: ALERTA sobre Nova Tentativa de Golpe Direcionada a Aposentados!

Quais foram as alterações no Bolsa Família em 2023?

O programa do Bolsa Família sofreu significativas mudanças no decorrer de 2023. Com a reincidência de seu titulo original, também foram adicionados novos benefícios ao programa. Uma das grandes inovações foi a inclusão do conjunto de benefícios, voltado à proteção de crianças e adolescentes, o qual confere valores extras para as famílias que possuem dependentes nesta faixa etária.

Com o foco ainda no futuro do país, as crianças e adolescentes, o programa desenvolveu o Benefício Primeira Infância com o pagamento de R$150,00 para crianças até 3 anos de idade, e o Benefício Composição Familiar, que concede R$50,00 para cada criança ou adolescente entre 4 a 17 anos. Essas medidas foram projetadas visando garantir a acessibilidade a direitos básicos da educação, saúde e lazer para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

No aguardo do próximo ano, percebemos a suspensão coletiva de expectativas acerca das novas atualizações do programa Bolsa Família, principalmente sobre o potencial de causar impactos positivos na vida de milhões de famílias brasileiras.

Leia Mais: Decifre as Novas Regras para MEI em 2024! Veja como Se Ajustar e Prosperar!