Jornal dia
Seu jornal de notícias

Bolsa Família Começa o Pagamento de Junho Para NIS final 1 Neste dia! Veja

0

Iniciando na segunda metade de junho de 2024, os beneficiários do Bolsa Família deverão ficar atentos às datas específicas de pagamento. Este programa, essencial para milhões de brasileiros, continua com o valor de R$ 600. Este montante é destinado a auxiliar no sustento de famílias em situação de vulnerabilidade social.

O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, em parceria com a Caixa Econômica Federal, é responsável pelo gerenciamento e liberação dos pagamentos. Esses pagamentos são organizados com base no último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada titular da conta.

Como Consultar o Calendário de Pagamentos do Bolsa Família 2024?

Para as famílias beneficiárias, é fundamental conhecer as datas exatas de quando o valor estará disponível. A distribuição dos pagamentos é feita sequencialmente, seguindo a numeração final do NIS. Essa medida ajuda a organizar o fluxo de pessoas nas agências bancárias e garante maior tranquilidade no atendimento.

Calendário Bolsa Família Junho de 2024

Veja abaixo a programação de pagamentos para o próximo mês de junho:

  • NIS final 1: 17 de junho
  • NIS final 2: 18 de junho
  • NIS final 3: 19 de junho
  • NIS final 4: 20 de junho
  • NIS final 5: 21 de junho
  • NIS final 6: 24 de junho
  • NIS final 7: 25 de junho
  • NIS final 8: 26 de junho
  • NIS final 9: 27 de junho
  • NIS final 0: 28 de junho

Quem tem direito ao Bolsa Família?

O Bolsa Família, programa de transferência de renda do Governo Federal, abre suas portas para famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, oferecendo um auxílio financeiro que contribui para a garantia de direitos básicos e a construção de um futuro melhor.

Para ter direito ao programa, é necessário atender a alguns critérios:

  • Renda familiar: A renda mensal por pessoa deve ser de até R$ 218,00. Isso significa que o total de renda da família deve ser dividido pelo número de membros. No exemplo citado, a família com renda per capita de R$ 214,28 se encaixa no programa.
  • Cadastro Único (CadÚnico): É fundamental que a família esteja inscrita e com seus dados atualizados no CadÚnico, porta de entrada para diversos programas sociais do governo.
  • Educação: Crianças entre 4 e 5 anos precisam frequentar a escola com assiduidade mínima de 60%, enquanto jovens de 6 a 18 anos devem ter 75% de presença.
  • Saúde: Crianças até 7 anos precisam ter acompanhamento nutricional regular, e gestantes devem apresentar o pré-natal. A carteira de vacinação infantil também deve estar em dia.

O Bolsa Família não é apenas um auxílio financeiro, mas sim um investimento no futuro do Brasil. Ao garantir o acesso à educação, saúde e alimentação adequada, o programa contribui para o desenvolvimento das crianças e jovens, preparando-os para serem cidadãos plenos e protagonistas de um país mais justo e próspero.

Como se cadastrar no Bolsa Família?

Veja a seguir um passo a passo simples de como se cadastrar no Bolsa família 2024:

Passo 1: Verifique se você se encaixa nos critérios:

  • Renda familiar per capita:
    • Renda bruta familiar mensal de até R$ 899,00 (famílias em extrema pobreza);
    • Renda bruta familiar mensal entre R$ 899,01 e R$ 1.794,00 (famílias em pobreza);
  • Composição familiar:
    • Famílias com crianças e adolescentes de até 17 anos;
    • Gestantes ou mulheres em situação de amamentação;
    • Idosos e pessoas com deficiência.

Passo 2: Inscreva-se no Cadastro Único (CadÚnico):

  • Locais de inscrição:
    • Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do seu município;
    • Unidades de atendimento do CadÚnico;
    • Pontos de atendimento móveis;
    • Por aplicativo (somente em alguns municípios).
  • Documentos necessários:
    • Documento de identidade com foto para todos os membros da família;
    • CPF ou Cartão do Trabalhador (Carteira de Trabalho e Previdência Social);
    • Comprovante de residência atualizado;
    • Certidão de nascimento para crianças e adolescentes;
    • Carteira de identidade para gestantes;
    • Comprovante de tutela ou guarda para crianças e adolescentes sob tutela;
    • Comprovante de emancipação para jovens entre 16 e 18 anos;
    • Laudo médico para pessoas com deficiência (quando necessário).

Passo 3: Aguarde a análise do seu cadastro:

  • O CadÚnico verifica se sua família atende aos critérios do programa.
  • O prazo de análise varia de acordo com o município.
  • Você pode acompanhar a situação do seu cadastro pelo site ou aplicativo do CadÚnico.

Passo 4: Se aprovado, você receberá o Auxílio Brasil:

  • O valor do benefício depende da renda familiar, da quantidade de membros da família e da idade das crianças.
  • O pagamento é feito através do Cartão Cidadão ou conta bancária.

Quais são os Valores do Bolsa Família em 2024?

O Bolsa Família, programa governamental de transferência de renda, abre um leque de oportunidades para famílias em situação de pobreza. Através de seis categorias distintas, o programa garante apoio financeiro e incentiva o bem-estar dos seus beneficiários. Embarque em uma jornada detalhada para conhecer cada um desses benefícios:

1. Benefício de Renda de Cidadania (BRC)

  • Valor: R$ 142 por membro da família.
  • Objetivo: Estabelecer uma base financeira sólida para os lares brasileiros.

2. Benefício Complementar (BCO)

  • Valor: Quantia variável para garantir que cada família receba no mínimo R$ 600.
  • Objetivo: Combater o ciclo da pobreza de forma eficaz.

3. Benefício Primeira Infância (BPI)

  • Valor: R$ 150 adicionais por criança de até sete anos.
  • Objetivo: Enfatizar a importância da atenção e do cuidado na fase inicial da vida, crucial para o desenvolvimento futuro.

4. Benefício Variável Familiar (BVF)

  • Valor: R$ 50 extras para gestantes e jovens entre 7 e 18 anos.
  • Objetivo: Incentivar o acompanhamento pré-natal, a saúde infantil e a educação, pilares para o futuro.

5. Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN)

  • Valor: R$ 50 a mais por membro da família com até sete meses de vida.
  • Objetivo: Oferecer suporte nutricional durante os primeiros meses de vida, essenciais para o desenvolvimento saudável do bebê.

6. Benefício Extraordinário de Transição (BET)

  • Valor: Assegura que nenhuma família receba menos do que o Auxílio Brasil anterior.
  • Objetivo: Garantir uma transição tranquila para o novo programa, sem prejuízos para as famílias.

O Bolsa Família vai além de um auxílio financeiro, é um investimento no futuro do Brasil, proporcionando melhores oportunidades para as famílias e construindo um país mais justo e próspero.