Jornal dia
Seu jornal de notícias

Declaração do Imposto de Renda 2024 para MEIs! CONFIRA como declarar!

0

À medida que nos aproximamos do fim de maio, a urgência em regularizar a situação fiscal se intensifica, especialmente para os Microempreendedores Individuais (MEIs). Este grupo, que representa uma parcela significativa dos empresários brasileiros, enfrenta a obrigatoriedade de enviar duas declarações importantes até o dia 31 de maio de 2024.

A primeira é a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-Simei), destinada a relatar o faturamento do ano anterior. Paralelamente, os MEIs também devem preparar a Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF), sendo obrigatória para aqueles cujos rendimentos tributáveis excederam R$ 30.639,90 em 2023.

Como Proceder com a Declaração Anual do Simples Nacional para o Imposto de Renda?

A declaração do DASN-Simei é feita de forma simplificada através do portal do Simples Nacional. O processo inicia-se com o acesso ao sistema utilizando o CNPJ, seguido da seleção do ano-calendário de 2023 e a escolha do tipo de declaração. Informações pertinentes ao faturamento do ano anterior são então inseridas no sistema.

O Que Todo MEI Precisa Saber:

  • Duas Declarações Importantes:
    • DASN-Simei: Declare o faturamento de 2023 até o dia 31 de maio.
    • DIRPF: Obrigatória para MEIs com rendimentos tributáveis acima de R$ 30.639,90 em 2023, com prazo final também em 31 de maio.
  • DASN-Simei Simplificada:
    • Acesse o portal do Simples Nacional com seu CNPJ.
    • Selecione o ano-calendário 2023 e o tipo de declaração.
    • Insira as informações sobre seu faturamento do ano anterior.
  • Controle Mensal de Receitas Brutas é Essencial:
    • Facilita a declaração anual.
    • Oferece um panorama da saúde financeira do negócio.
  • Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF):
    • Processo mais detalhado.
    • Inclui rendimentos de CNPJ (receita bruta), investimentos e vendas de imóveis.
    • Distinção entre renda isenta e tributável (pode exigir ajuda profissional).
  • Exemplo: MEI no setor de serviços com faturamento de R$ 72.000 em 2023:
    • Pró-labore (renda tributável) de R$ 49.600 (acima do limite de isenção).
  • Consequências de Não Declarar o Imposto de Renda:
    • Multas de até 20% sobre o imposto devido.
    • Dificuldades para obter financiamentos e realizar operações bancárias.
Fonte: Sintero
Fonte: Sintero

Qual a Importância do Relatório Mensal de Receitas Brutas?

De acordo com Marlon Glaciano, especialista em finanças, é crucial que o MEI mantenha um controle mensal de suas receitas. “Atualizar mensalmente um relatório de receitas brutas não só facilita a declaração anual, mas também oferece um panorama detalhado da saúde financeira do negócio”, explica Glaciano.

Quais são os Desdobramentos na Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física para MEIs?

A declaração de pessoa física envolve um processo mais detalhado. Além de reportar os rendimentos de CNPJ, tais como receita bruta, o MEI deve incluir todas as outras formas de rendimento como investimentos e ganhos com vendas de imóveis. Para esses empreendedores, é essencial distinguir entre renda isenta e renda tributável, o que pode exigir ajuda contábil profissional ou uma familiaridade com o sistema de “lucro presumido” utilizado pela Receita Federal.

Calculando conforme as diretrizes da Receita, por exemplo, um MEI no setor de serviços que faturou R$ 72.000 em 2023, e não possuindo contador próprio, teria um pró-labore (rendimento tributável) de aproximadamente R$ 49.600 — valor acima do limite de isenção.

Quais as Consequências de Não Declarar o Imposto de Renda?

O não cumprimento dessa obrigação traz uma série de consequências para o MEI. Multas variando de valores mínimos a 20% sobre o imposto devido são apenas o começar dos problemas. “Ficar inadimplente com a Receita Federal implica também em impedimentos severos no dia a dia, como dificuldades para obter financiamentos ou mesmo para operações bancárias básicas”, observa Aurea Paes, especialista da área contábil.

Regularize sua Situação Fiscal e Evite Problemas!

  • Cumprir com as Declarações:
    • Evita penalidades.
    • Facilita a gestão do negócio.
    • Garante tranquilidade para operar no mercado.
    • Permite planejar o futuro sem contratempos fiscais.

Portanto, é recomendável que todos os MEIs se atentem aos prazos e obrigações fiscais. Cumprir com as declarações exigidas não apenas evita penalidades, mas também facilita a gestão eficaz do negócio, garantindo tranquilidade para operar no mercado e planejar o futuro sem contratempos fiscais.