Jornal dia
Seu jornal de notícias

Empréstimos para residências sobem para R$ 350 mil através do “MCMV”? Veja Agora!

0

Em uma iniciativa que visa auxiliar milhares de brasileiros, a Caixa Econômica Federal anunciou uma elevação de valor na disponibilização de empréstimos para residências, que agora pode chegar até a cifra de R$ 350 mil. Essa mudança, em prática desde julho, faz parte de uma série de implementações referentes ao programa habitacional “Minha Casa, Minha Vida”.

O financiamento utilizando recursos do Fundo de Garantia agora pode ser requisitado pela categoria 3 do programa, destinado a famílias com renda mensal até R$ 8.000. Representa um considerável avanço comparado ao valor anterior de R$ 264 mil.

O que é o programa “Minha Casa, Minha Vida”?

Originado sob o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2009, o “Minha Casa, Minha Vida” é um programa federal que objetiva a garantia do direito à moradia dos cidadãos brasileiros, oferecendo condições de acesso à casa própria para as famílias de renda baixa. Para essa inclusão, é fundamental atender a alguns pré-requisitos:

  1. Não possuir imóvel;
  1. Apresentar comprovação de renda;
  1. Não ter restrições de crédito;
  1. A renda mensal não pode comprometer mais de 30%;
  1. O imóvel para moradia deve ser na mesma cidade de trabalho ou residência (mínimo de um ano);

Leia Mais: URGENTE: Caixa anuncia PARALISAÇÃO no pagamento DESTE beneficio! Saiba Qual:

Quais foram os reajustes no subsídio do programa “Minha Casa, Minha Vida”?

O subsídio, uma complementação para a compra do imóvel pelo programa, também foi reajustado, passando de R$ 47,5 mil para R$ 55 mil. Esse valor é estabelecido a partir de variáveis demográficas, sociais e de renda. Segundo Maria Rita Serrano, diretora da Caixa Econômica Federal, as contratações nas condições do programa estarão liberadas em todas as agências do banco pelo Brasil.

Leia Mais: Calendário de Pagamento do BPC 2023: Saiba Quando seu Benefício do INSS Será Depositado!

Como fica o programa para famílias de diferentes faixas de renda?

Para as famílias que se enquadram nas categorias 1 e 2, com renda mensal até R$ 4.400, o valor máximo do imóvel passará a variar entre R$ 190 mil a R$ 264 mil, o que depende da localização. A versão mais recente do programa, implementada em fevereiro, facilitou o acesso ao financiamento habitacional através do aumento do limite de renda.

A junção dos benefícios pode ser resumida em:

  1. Categoria 1: famílias com renda mensal de até R$ 2.640;
  2. Categoria 2: famílias com renda entre R$ 2.640,01 a R$ 4.400;
  3. Categoria 3: famílias com renda entre R$ 4.400,01 e R$ 8.000.

Para simulações e comparações de taxas de financiamento, a Caixa disponibiliza seu site e o aplicativo Habitação Caixa, gratuitamente para os sistemas Android e iOS.