Jornal dia
Seu jornal de notícias

R$ 1,6 Bilhão em Renegociações! CONHEÇA o Desenrola Pequenos Negócios!

0

O programa Desenrola Pequenos Negócios vem se destacando como uma iniciativa vital para o suporte a micro e pequenas empresas. Desde o seu início, em 13 de maio, o programa conseguiu movimentar a considerável quantia de quase R$ 1,68 bilhão em renegociações de dívidas, alcançando números expressivos que demonstram seu impacto positivo no cenário econômico nacional.

Dirigido a microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte, o Desenrola Pequenos Negócios não só oferece um alívio financeiro, mas também garante que as empresas continuem a operar durante períodos de dificuldades financeiras. Este esforço é parte de uma estratégia maior para fortalecer a economia a partir de suas bases, dando suporte aos pequenos negócios que são essenciais para a manutenção de empregos e geração de renda.

Qual foi o crescimento do Desenrola Pequenos Negócios desde sua criação?

Em um recente levantamento feito pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), foi registrado um aumento de 33% nas renegociações de dívidas em comparação ao levantamento anterior. Isso representa um crescimento substancial desde a última verificação em 14 de junho, onde o montante estava na casa dos R$ 1,3 bilhão.

O programa tem mostrado uma performance notável ao ajudar 49 mil empresas até o dia 19 de junho, marcando a importância de tais iniciativas para a sustentabilidade financeira das empresas menores, que frequentemente enfrentam desafios únicos em sua gestão financeira.

Fonte: MarketUP
Fonte: MarketUP

Como as empresas podem se beneficiar do Desenrola Pequenos Negócios?

O acesso ao programa é direcionado a qualquer pequena empresa que precise renegociar dívidas com instituições financeiras. Para participar, os empreendedores precisam entrar em contato diretamente com os canais oficiais – agências, sites, aplicativos e centrais de atendimento – das entidades financeiras onde possuem pendências.

  • Microempreendedores individuais (MEIs): podem participar com faturamento anual de até R$ 81 mil.
  • Microempresas (ME): aptas a participar com faturamento de até R$ 360 mil anuais.
  • Empresas de pequeno porte (EPP): podem negociar dívidas com faturamento de até R$ 4,8 milhões por ano.

Quais os limites ou requisitos específicos para aderir ao programa?

As condições de renegociação são determinadas pelas próprias instituições financeiras, que têm liberdade para definir os termos conforme sua política interna. Importante ressaltar que não há um prazo de encerramento definido para o programa, permitindo que as empresas busquem ajuda conforme a necessidade. Além disso, é válido verificar a adesão do banco à iniciativa antes de iniciar o processo de renegociação, uma vez que nem todos os bancos podem estar participando ativamente do Desenrola Pequenos Negócios.

Esta iniciativa reflete um esforço contínuo para fortalecer os pequenos negócios, essenciais no panorama econômico do Brasil. Procurar por soluções que auxiliem na saúde financeira das pequenas empresas é um passo crucial para garantir a continuidade e o desenvolvimento do setor, que é um dos maiores empregadores do país.