Jornal JF
Seu jornal de notícias

Auxílio-Gás: Você foi escolhido para receber o benefício? Descubra agora!

0

No final de 2021, o Auxílio-Gás foi introduzido pelo governo de Jair Bolsonaro, visando a mitigação dos impactos do aumento dos preços do gás de cozinha nas famílias de baixa renda. Sob o atual governo de Luiz Inácio Lula da Silva, a continuidade do benefício se deu através de uma Medida Provisória emitida pelo presidente em janeiro deste ano (2023) e, posteriormente, esse auxílio foi incorporado ao programa Bolsa Família, que foi reestruturado em março, assumindo uma função suplementar.

Atualmente, o Auxílio-Gás provê assistência financeira às famílias de baixa renda com base no preço médio nacional do botijão de 13 kg, determinado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Em agosto, as famílias beneficiadas receberam R$ 108, e os pagamentos acontecem bimestralmente, sendo o próximo previsto para este mês de outubro.

Como descobrir se você é beneficiário do Auxílio-Gás?

A verdade é que a descoberta de quem tem direito a este benefício passa por uma consulta utilizando o CPF, que pode ser feita por meio de três opções: no aplicativo do Bolsa Família, no Caixa Tem ou no CadÚnico. Vamos entender cada uma dessas opções?

Leia Mais: CadÚnico se torna Salvação para os brasileiros que moram Sozinhos, ENTENDA!

Como consultar o Auxílio-Gás?

Primeiramente, pelo aplicativo do Bolsa Família, o beneficiário deverá efetuar o login utilizando suas credenciais do Caixa Tem ou gov.br. Após validar o acesso, basta clicar em “Benefícios” ou “Ver parcelas” para visualizar o status de pagamento do Auxílio-Gás.

No Caixa Tem, o processo também é fácil! O usuário deve entrar com suas credenciais de acesso e, dentro do aplicativo, ir até a seção de “Extrato”. Basta procurar pela opção “AUX GÁS” para verificar os pagamentos das parcelas.

Já pelo CadÚnico, os beneficiários podem utilizar este serviço tanto em aplicativos para Android e iOS quanto no portal gov.br. É crucial dispor de todos os dados de cadastro necessários, como CPF, nome da mãe, UF/Município, entre outros. A consulta é descomplicada, bastando uma confirmação de identidade positiva no aplicativo.

Leia Mais: Não abriu o Caixa Tem Dia (29)? Verifique Seu Saldo e Descubra Um Valor Inédito!

Quem tem direito ao Auxílio-Gás?

Para ser habilitado ao Auxílio-Gás, a família de baixa renda deve ser inscrita no CadÚnico e possuir renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário-mínimo (R$ 660), inclusive famílias beneficiárias de programas de transferência de renda implementados pelas três esferas de governo.

Famílias que possuem em sua composição pessoas residentes no mesmo domicílio que recebam o Benefício de Prestação Continuada (BPC), inscritas ou não no Cadastro Único, também são consideradas elegíveis para o benefício.

Contudo, lembre-se: a amplitude do Auxílio-Gás é limitada. Assim, o governo seleciona as famílias mais necessitadas para a participação, seguindo critérios de prioridade como: dados do Cadastro Único atualizado nos últimos 24 meses, menor renda per capita, maior quantidade de membros na família, participação no Programa Auxílio Brasil e cadastro qualificado pelo gestor por meio do uso dos dados da averiguação. É por estas razões que nem todas as famílias aptas ao benefício recebê-lo, e por isso a consulta no CPF é essencial.