Jornal dia
Seu jornal de notícias

CONFIRA Mudanças no Saque-Aniversário FGTS para 2024!

0

Estamos acostumados a ver o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) como uma garantia segura em caso de demissão. Porém, para aqueles que optaram pelo saque-aniversário, uma nova modalidade introduzida em 2019, as regras mudaram um pouco.

A opção permite que os trabalhadores tenham acesso a uma parte do valor depositado no fundo, anualmente, no mês de aniversário ou até três meses após. Contudo, esta opção vem com uma contrapartida: a impossibilidade de saque total do FGTS após uma demissão sem justa causa.

Quais as regras do Saque-Aniversário FGTS?

Essa opção de saque é definitiva e só pode ser revertida após cumprir um período de carência de 25 meses, segundo a Caixa Econômica Federal. Ou seja, mesmo que o trabalhador seja demitido durante esse período, ele não poderá resgatar o valor total do fundo, mesmo na modalidade saque-rescisão.

  • Opção definitiva: Só pode ser revertida após 25 meses de carência.
  • Impossibilidade de saque total em caso de demissão: Mesmo sem justa causa, o trabalhador só pode sacar a multa rescisória.
  • Valores variáveis: Dependem da faixa de rendimento do trabalhador (consulte a tabela no site da Caixa).
CONFIRA Mudanças no Saque-Aniversário FGTS para 2024!
CONFIRA Mudanças no Saque-Aniversário FGTS para 2024!

Leia mais: NOVAS Doenças na Concessão de Benefícios do INSS! VEJA QUAIS!

O que irá mudar no Saque-Aniversário do FGTS?

Visando maior flexibilização, o ministro do Trabalho, Luiz Marinho, já aponta discussões sobre a possibilidade de permitir o saque rescisório para quem adere ao saque-aniversário. Além disso, um projeto de lei do senador Paulo Paim, atualmente em tramitação, tem a mesma intenção. Isso significa que, a partir de 2024, as regras podem sofrer novas alterações.

Quais os valores possíveis no saque-aniversário do FGTS?

No saque-aniversário, o trabalhador recebe anualmente uma porcentagem do saldo do FGTS e uma parcela extra. Tais valores são definidos conforme a faixa de rendimento do trabalhador, e uma tabela ilustrativa, com as alíquotas, saldo e parcela adicional, pode ser encontrada no site da Caixa Econômica Federal.

Leia mais: Expansão do BPC! Mais Direitos para Idosos e Deficientes! CONFIRA!

Vale a pena fazer o saque-aniversário do FGTS?

A adesão ao saque-aniversário do FGTS exige uma análise cuidadosa do trabalhador, já que implica na perda de acesso ao saldo integral do FGTS em caso de demissão sem justa causa. Além disso, é necessário estar atento ao período de carência entre as modalidades e às possíveis mudanças futuras na legislação.

  • Perda do acesso ao saldo integral em caso de demissão.
  • Período de carência para reversão.
  • Possíveis mudanças na legislação.

Como sempre, a decisão deve ser baseada na necessidade individual e no planejamento financeiro de cada trabalhador. E para aqueles com dúvidas, é sempre indicado buscar orientação de um especialista em finanças.

A decisão de aderir ao saque-aniversário deve ser tomada com cautela, levando em consideração os prós e contras. É importante se informar sobre as regras e avaliar se essa opção é vantajosa para sua situação individual.