Jornal dia
Seu jornal de notícias

Pagamento do bolsa família de janeiro com dias contados! Não perca

0

A Caixa Econômica Federal encerra neste sábado (31) o pagamento do Bolsa Família de janeiro. Este é o primeiro ciclo de pagamentos do ano e tem como média R$ 685 distribuídos por família beneficiária. Ainda restam três grupos para receberem, seguindo a ordem do NIS (Número de Identificação Social).

No total, cerca de 21.1 milhões de famílias brasileiras foram contempladas neste mês, com uma despesa total do Governo Federal de aproximadamente R$ 14.4 bilhões destinados para o programa. O último depósito está agendado para o dia 31 de janeiro.

O pagamento de janeiro: quem ainda deve sacar?

Pagamento do bolsa família de janeiro com dias contados! Não perca
Pagamento do bolsa família de janeiro com dias contados! Não perca

Nesta última semana de distribuição do Bolsa Família, o dinheiro ficará disponível para os três últimos grupos de beneficiários. O cronograma de pagamentos é organizado conforme o número final do NIS.

Os moradores de 262 municípios que acionaram o estado de calamidade pública também foram beneficiados com o pagamento unificado. Isso implica que, independentemente do final do NIS, todos os contemplados nessas regiões conseguiram retirar seu benefício em 18 de janeiro.

Leia mais: Calendário de Pagamentos do INSS para 2024! VEJA DATAS!

Os requisitos para o Programa Bolsa Família são os seguintes:

  • Renda familiar per capita de até R$ 218,00: a renda familiar per capita é calculada dividindo-se a renda familiar total pelo número de pessoas da família.
  • Inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico): o CadÚnico é um banco de dados que reúne informações sobre as famílias de baixa renda no Brasil.
  • Cumprimento das condicionalidades: as condicionalidades são compromissos que as famílias devem cumprir para manter o benefício. São elas:
    • Frequência escolar: crianças e adolescentes de 6 a 17 anos devem frequentar a escola regularmente.
    • Acompanhamento nutricional: crianças menores de 7 anos devem ser acompanhadas pelo Programa Saúde da Família (PSF) ou por outra unidade de saúde.
    • Cobertura vacinal: todas as crianças e adolescentes devem estar com a vacinação atualizada.
    • Prevenção de ISTs e gravidez na adolescência: adolescentes de 10 a 19 anos devem receber orientação sobre prevenção de ISTs e gravidez na adolescência.

As famílias que atenderem a esses requisitos podem se inscrever no Bolsa Família. A inscrição pode ser feita nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) ou nos postos de atendimento do Cadastro Único.

Os benefícios do Bolsa Família são pagos mensalmente, por meio de cartão magnético. O valor do benefício varia conforme o número de pessoas na família e com a renda familiar per capita.

Leia mais: Guia prático para MEIs retornarem ao Simples Nacional após Exclusão!

Como realizar o saque do benefício?

Os titulares do Bolsa Família podem optar por movimentar os recursos de maneira online ou retirar o dinheiro em mãos. Há a possibilidade de realizar o saque em caixas eletrônicos ou nos pontos de atendimento físico, o que depende da disponibilidade do titular do benefício.

  • Online (através do aplicativo Caixa Tem): é possível realizar pagamentos, transferências, gerar um cartão de débito virtual, recarregar o celular, entre outros;
  • Presencial na agência da Caixa: o saque pode ser feito direto no caixa eletrônico utilizando o código gerado pelo aplicativo Caixa Tem, ou inserindo o cartão do Bolsa Família. Ainda, nos guichês de atendimento é necessário apresentar um documento com foto;
  • Banco 24Horas: o saque pode ser feito inserindo o cartão ou através da opção “saque sem cartão” do aplicativo Caixa Tem.

Fiquem atentos ao próximo ciclo de pagamentos para não perder as datas e garantir o auxílio. Os beneficiários do Bolsa Família têm direito ao saque por até 90 dias após o depósito do benefício. Caso o dinheiro não seja retirado neste prazo, ele é devolvido ao Tesouro Nacional.