Jornal dia
Seu jornal de notícias

Aposentadoria e MEI, da para conciliar? Entenda o que acontece!

0

É comum que muitos aposentados, depois de uma vida inteira de trabalho formal, desejem continuar ativos na economia. Alguns desejam explorar seus talentos e hobbies como uma fonte adicional de renda, investindo no empreendedorismo.

Neste contexto, muitos consideram a possibilidade de se formalizarem como Microempreendedores Individuais, popularmente conhecidos como MEI.

A formalização pelo MEI

Aposentadoria e MEI, da para conciliar? Entenda o que acontece!
Aposentadoria e MEI, da para conciliar? Entenda o que acontece!

Embora o MEI represente um fácil e importante meio para a formalização de pequenos negócios, é fundamental para os aposentados compreenderem completamente suas regras e critérios. Para os já aposentados, não há restrições para iniciar um novo negócio ou função remunerada.

Na verdade, muitos optam por atividades autônomas para complementar sua renda após a aposentadoria. No entanto, devem estar cientes dos riscos envolvidos na formalização como MEI.

Leia mais: Reajuste de R$ 92 no Salário de Idosos do BPC! VEJA Como funciona!

Os riscos da formalização como MEI para aposentados

A formalização como MEI pode levar ao cancelamento de benefícios significativos prestados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Ao se registrar como MEI, os aposentados passam a ter um novo fluxo de renda reconhecido pelo sistema governamental, o que pode afetar seus benefícios de aposentadoria, especialmente aqueles dedicados a situações de incapacidade laboral, como a Aposentadoria por Invalidez e o Auxílio-Doença.

Leia mais: Serasa pode pagar R$ 30 mil para VOCÊ após Vazamento de Dados!

Exceções e vantagens para os aposentados

Contudo, existem exceções. Os idosos que se aposentam por idade, por tempo de contribuição ou por trabalharem em condições insalubres possuem mais liberdade para se formalizarem como MEI. Essa formalização serve como uma maneira prática de regularizar qualquer trabalho que possam estar realizando, contribuir para o INSS e obter vantagens empresarias.

Além disso, é importante destacar que, para aqueles que ainda não estão aposentados, se registrar como MEI pode trazer diversas vantagens, como contribuir para o INSS, emitir nota fiscal, fazer empréstimos em nome da empresa, contratar até um funcionário e obter benefícios fiscais com a unificação de impostos.

Por fim, é crucial para os aposentados considerar todos os aspectos antes de se registrarem como MEI. É necessário manter um equilíbrio saudável entre o desejo de empreender e a necessidade de preservar os benefícios da aposentadoria.